Posts com Tag ‘Novidades’

06 meses de Québec… E aí???

Publicado: 22/09/2012 em Novidades
Tags:

O tempo voa quando temos tanto a fazer!! Sei que é lugar comum, mas a gente nem percebe o tempo passar, de verdade!! Há exatos 06 meses, no dia 21 de março, desembarcamos aqui em Québec. Cheios de expectativas, medos, dúvidas… Ainda me lembro como se fosse hoje da despedida difícil no aeroporto e da chegada aqui, depois de tantas emoçoes! Rever os amigos que já estavam aqui foi muito bom, e devemos muito a eles. Fomos muito bem acolhidos e orientados sobre onde ir e o que fazer primeiro!!

Mas e aí, valeu a pena?

Muita gente nos faz essa pergunta, mas acho que ainda é muito cedo para fazer qualquer avaliaçao desse tipo, mas estamos adorando cada minuto aqui. nao é fácil, mas nao é por isso que deixa de ser bom! A adaptaçao é sempre complicada: idioma, cultura, tudo é tao diferente… Precisamos manter a mente aberta, os pés no chao e ter paciência, aprendemos algo novo a cada dia!

Estamos felizes?

É claro que estamos! A experiência é maravilhosa e muito enriquecedora! A oportunidade que estamos tendo nao é para todos, é um privilégio! Conviver com gente do mundo inteiro, aprender e descobrir coisas novas a cada dia nos motiva a seguir em frente… Amadurecemos muito nesses 06 meses, a visa de mundo muda, as referências mudam, o modo de pensar e viver mudam… Me sinto uma pessoa melhor, menos preconceituosa e muito mais tolerante às diferenças, isso nao tem preço!!!

E o clima, muito frio?

Muita gente me pergunta isso, inclusive no verao essa era a pergunta número 1! Gente, aqui também faz calor, e muito!!! Verao aqui pode ser mais quente que em salvador, acreditem!!! E nao tô tirando onda nao!!! E o calor é diferente, é mais difícil de respirar que em Salvador, entao nao, nao gostei muito do calor… Mas o que podemos fazer no verao… Uma infinidade de atividades fora de casa, parques, piscinas públicas, pique-niques, passeios de bicicleta ou de patins… Fora os eventos organizados por toda a cidade e a estrutura das ciclovias, que nao posso deixar de mencionar!!! No verao, se o dia está bonito, tem que aproveitar fora de casa, esse é o lema!!! E seguimos à risca!!!

A primavera é bem bonita, a cidade fica cheia de tulipas… Nao consegui encontrar nenhuma foto para postar, mas é bem legal! Ainda nao tinha morado em um lugar com as estaçoes tao definidas, isso é muito legal, você consegue ver gradualmente cada estaçao chegando… O outono acaba de chegar, as temperaturas já estao mais baixas e as árvores trocando de cor… Vou tirar umas fotos e posto aqui para vocês verem (se eu nao me esuqecer!! Hehehehehe)…

E o francês?

Devo dizer que nao é fácil, vai demorar bastante para o francês ficar realmente bom (para nao termos que procurar palavras e conseguirmos usar os termos mais adequados em determinadas frases)… Mas estamos nos virando muito bem! Eu já cheguei com um nível legalzinho, o que me rendeu um emprego de recepcionista em um hotel-boutique no Vieux-Québec, mas estou fazendo a francisaçao do governo. Por enquanto estou conseguindo fazer os dois, estudar e trabalhar, flexibilizaram os meus horários no trabalho e reduzi um pouco as minhas horas, para conseguir estudar. Ale também está na francisaçao, mas eu um lugar diferente (eu estou na Laval e ele no Cégep Saint-Foy) e está adorando! Agora é a época de focar no idioma, para depois seguirmos com os planejamentos de carreira. Mas depois faço um post só para falar da francisaçao, o que queria dizer é que nao é muito fácil, mas cada dia fica menos difícil se expressar em outro idioma… E trocar do francês pro inglês (no meu caso, que trabalho com os dois idiomas todos os dias) fica mais fácil, acreditem! Hoje (04 meses depois de começar a trabalhar lá no hotel) é muito mais natural e quase nao misturo os idiomas, ou seja, melhora!! Hehehehehe!!!

E aí, vao voltar para o Brasil?

Naaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaoooooooooooooooooooooooo!!! Nao que nao ame o meu país, mas a vida aqui é muito menos difícil que no Brasil. A gente batalhava muito no Brasil e era muito difícil conseguir as coisas. Aqui a gente ainda está na fase da batalha, mas vemos que temos realmente chances de conquistar o nosso lugarzinho ao sol (aaaahhh, o sol!!). As coisas estao aí para todos, você tem que fazer o seu dever de casa para alcançar, mas é isso, só depende de você!!!

Bom, é isso! Queria fazer um post contando um pouco como as coisas têm andado por aqui… Sei que estamos meio sumidos, mas a vida aqui é mesmo corrida e nao vou prometer escrever logo, mas nao vamos encerrar o blog por enquanto, entao, quando tiverem saco e um tempinho, dêem uma passada por aqui. A gente demora, mas manda notícias!! E se vocês tiverem alguma dúvida ou quiserem pedir que a gente fale de algum assunto específico, fiquem à vontade!!

E um bolinho para comemorar!!!

Beijo grande para vocês e até a próxima!!

Vivi

Chegamos!!!

Publicado: 29/03/2012 em Novidades
Tags:

Pessoas!!!

Nao, nós nao esquecemos de vocês!! Mas sabem como é a correria da chegada, né??

Entao, nós chegamos aqui na quarta-feira passada, ontem fez 01 semana. A nossa chegada estava prevista para as 08:33, mas de fato aterrissamos em Québec por volta das 16:00. E aí você se pergunta: anh???? E eu vou contar a nossa odisséia, que merece um capítulo à parte!!

Em Salvador, o voo partiu pontualmente às 15:45. A despedida foi bem difícil, mas conseguimos sobreviver… Vamos ver até quando a gente segura a onda aqui sem chorar! rs

Chegando em Sao Paulo, começou a verdadeira maratona!  Nosso voo pousou às 18:30 e às 20:20 sairia o voo até Toronto. Tivemos que atravessar o aeroporto até o Guichê da Air Canada. Eles conferem documentos, vistos, e validam o cartao de embarque. Isso foi super rápido, tem uma fila específica para passageiros em conexao e sem bagagem a ser despachada (nosso caso, uma vez que a Tam aqui em Salvador já havia despachado todas direto até Toronto). Ainda demos uma parada para comer e, seguindo a recomendaçao da funcionária da Air Canada, nao demoramos muito para ir para a sala de embarque. Passaríamos ainda pelo raio-x (tive que tirar até os sapatos) e pela Polícia Federal (e na PF ela nos avisou que a fila normalmente era longa)… Como chegamos meio cedo, quase nao havia fila nenhuma e fomos aguardar a chamada para embarque no voo no portao que eles nos indicaram.

Embarcamos, nos acomodamos e o voo a Toronto foi super tranquilo. Quase nao dormi, mas acho que foi mais pela tensao mesmo, e por incrível que pareça nao morri de frio. Achei o atendimento e o serviço de bordo muito bons, embora acredite que as poltronas poderiam reclinar um pouco mais para que a viagem fosse um pouco mais confortável. Mas tudo bem, se eu quisesse poltrona reclinando, que eu tivesse comprado os bilhetes na 1a classe, nao é verdade?? Rsrsrsrs

Chegamos em Toronto e foi mais uma maratona! A chegada aconteceu por volta das 04:45 (cerca de uns 15 minutos antes do previsto) e a nossa conexao era às 07:00!! Até Toronto, a mae de uma amiga nossa que mora em Montréal estava conosco. Ajudamos no que foi preciso (como ela nao fala nem inglês e nem francês, ajudamos com o formulário que temos que preencher no aviao para entregar na imigraçao, a passar pela alfândega e a encontrar o portao de embarque da conexao dela, que partia às 08:00). Mas vamos à nossa maratona: passar na alfândega foi super tranquilo. Aproveitamos e passamos junto com a mae da nossa amiga, para ajudá-la. De lá, passamos pela imigraçao, que foi também muito tranquila. Ela nos pediu o endereço de onde iríamos ficar (como o nosso era temporário e os nossos amigos estavam com mudança marcada pro dia 01 de maio, a nossa carteirinha de residente permanente nao foi solicitada lá – só poderemos fazer a solicitaçao quando assinarmos o bail – que espero resolver logo!!), perguntou quanto estávamos trazendo em dinheiro (apenas falamos, nao precisamos comprovar nada) e voilà! Passaportes devidamente carimbados!

Corremos entao para retirar as bagagens na esteira. Como nao tínhamos 2 dólares canadenses em dinheiro e nossos cartoes de crédito ainda estavam bloqueados, tivemos que levar as 04 no braço mesmo. Foi muito sofrido! Deu uma trabalheira danada, pois eram 04 malas de 32Kg cada!! Mas conseguimos. Despachamos as benditas e passamos pelo Raio-X. Entao corremos para descobrir qual era o portao de embarque da nossa conexao! Demoramos mais do que o esperado, pois a tela onde constam estas informaçoes lá no aeroporto de Toronto é organizada por ordem alfabética e demoramos um pouco até entender… Mas descobrimos qual era o portao e conseguimos encontrá-lo a tempo. Embarcamos no voo a Québec e mais ou menos 01 hora e meia depois, o aviao começa a voar em círculos. O capitao avisa que é devido a uma neblina que cobre o aeroporto de Québec e que está sem visibilidade. Roda ainda por pouco mais de uma hora, quando decide retornar a Toronto. Pois é meus amigos, depois de chegar a Québec tivemos que voltar para Toronto!

De volta ao aeroporto, devemos procurar o guichê de atendimento ao cliente da Air Canada, para que sejamos acomodados em um novo voo. Sem problemas. A fila estava um pouco longa, mas fomos atendidos bem rápido e sem dificuldades. Perguntamos à funcionária sobre as nossas malas e ela nos diz para ficarmos despreocupados, pois elas seriam encaminhadas ao novo voo. Beleza! Neste ponto, eu já estava começando a ficar um pouco preocupada, pois a funcionária da Tam no aeroporto de Salvador deixou passar quase 01Kg de excesso de bagagem e a política da Air Canada com relaçao a este assunto é bem clara: bagagens acima de 32Kg simplesmente nao embarcam. A gente teria que comprar um nova mala, retirar o excesso e pagar o despacho de uma mala adicional. Pensem no stress! Rs

Mas como elas seriam levadas direto da esteira para o aviao, sem necessidade de redespacharmos, ficamos tranquilos! Maravilha! O portao de embarque para o novo voo (cerca de 02 horas mais tarde) era o mesmo do voo anterior, entao corremos para comprar um cartao telefônico, afinal nossos amigos estariam nos esperando no aeroporto de Québec e precisávamos avisá-los que estava tudo bem e que hora chegaríamos. Combinamos de ligar novamente quando estivéssemos já no solo, a casa deles fica a uns 15 minutos do aeroporto. Comemos e aguardamos.

Finalmente chegamos a Québec! Depois de tanta confusao, a chegada teve um gosto ainda mais especial! Enquanto eu vou ligar para os nossos amigos, Ale corre para aguardar as nossas bagagens na esteira. Só que a esteira para e nada de malas! Mais confusao! Como vimos várias outras pessoas que estavam no mesmo voo da gente aguardando as bagagens, deduzimos que a funcionária lá em Toronto nos passou a informaçao errada. Provavelmente teríamos que ter ido buscar as malas na esteira para redespachá-las. Registramos a perda e com os recibos das bagagens ele já localizou e avisou que elas estavam em Toronto e seriam trazidas a Québec no voo seguinte. Deixamos o endereço e telefone dos nossos amigos e fomos para a casa deles aguardar as benditas malas.

Por volta das 20:40 (mais ou menos 01 hora depois que o voo seguinte pousou – sim, eu tratei de olhar o horário de chegada do bendito para termos uma idéia de que horas poderíamos tomar banho), eles ligaram avisando que todas as nossas malas haviam sido encontradas e que até as 22:00 elas seriam entregues aqui. Coisa boa! As malas todas chegaram inteiras e, finalmente, acabou o stress da chegada (da chegada, pois ainda teremos muitos pela frente!!)!

No dia seguinte já providenciamos os documentos todos, agendamos o rendez-vous no MICC para uma palestra que é tipo as boas vindas e que é o começo para ter acesso aos outros serviços todos oferecidos pelo governo para a nossa integraçao. Estamos agora na busca pelo apartamento para alugar, estamos procurando algo disponível ainda para o mês de abril, vamos ver se vai rolar…

Ontem abrimos a nossa conta num banco daqui (ainda estou devendo o post falando sobre como trouxemos o nosso dinheiro, assim que finalizarmos esse processo de abertura de conta + liberaçao dos cartoes de crédito escrevo um post abrangendo toda esta parte. Acho que fica melhor compilar tudo num post só).

É isso! Tem feito um frio da zorra aqui em Québec, temperaturas entre 10 e -10 °C (sem contar a sensaçao térmica, que pegamos de -17 °C na semana passada). Caiu uma nevinha fraca no domingo, que fez a alegria da galera (eu e Ale!!!) e ontem nevou o dia inteiro!! Ainda temos previsao de neve para hoje, vamos ver se dá para encarar a rua!! Rsrsrsrs

O post ficou longo, entao quando tivermos mais novidades, passamos por aqui para avisar!

Beijo e à tantôt!

Atualizando…

Publicado: 17/03/2012 em Notícias
Tags:,

Olá pessoal!

Estamos devendo vários posts com informações, né? A correria dos últimos dias aqui no Brasil está pesada! E o tempo livre que temos, estamos aproveitando bastante a família e os amigos, pois sentiremos a falta deles quando chegarmos nas terras geladas, né???

Faltando somente 04 dias para a partida, o coração está batendo forte! Fizemos a nossa despedida em partes e no último domingo foi com a família e os amigos mais chegados, foi um chororô só! Tenho evitado pensar em como será no aeroporto… Eu juro que não pensava que seria tão difícil me despedir de todos aqueles que amamos aqui, nunca fui muito grudada com a minha família, mas o fato de ter passado os últimos três meses na casa da minha mãe me fez repensar isso bastante… Tenho tentado criar memórias alegres, mas toda vez que penso que estou  partindo o coração aperta um pouquinho.

Tirando todas as coisas que deram errado (quem acompanha o blog já sabe que eu tenho um dedo podre e 90% de tudo o que eu tento fazer, dá errado!), conseguimos resolver bastante coisa. Mas essas tentativas frustradas de resolver uma parte das pendências acabaram atrasando o nosso cronograma e atrapalhando boa parte do planejamento. Queríamos ter resolvido tudo até a segunda semana desse mês, mas ainda ontem estávamos correndo atrás de algumas coisas e na segunda ainda vamos ter que dar uma “corridinha” antes de relaxar…

Não conseguimos ver todas as pessoas que queríamos, mas vimos bastante gente, quem não deu tempo, ainda estamos tentando ajeitar, mas tenho certeza que não conseguiremos ver todos…

As malas foram um stress à parte. Embora tenhamos fechado 03 delas durante o carnaval (sim, com quase 02 meses de antecedência!!), deixamos uma última para fechar mais perto da viagem, porque ainda estamos usando algumas roupas, mas ontem passei o dia inteiro (literalmente!), tentando ajeitar essa última mala! Ô raiva!!! E ainda tem algumas coisas que trouxemos para o fim de semana e precisaremos dar um jeito de enfiar nas benditas quatro malas onde teremos que levar a nossa vidaa inteira!!! Rsrsrsrsrs

Mas vou deixar de falar disso e agora vou ali curtir uma praia!!! Espero poder escrever algo mais ainda antes da viagem, principalmente porque tenho que contar a vocês como resolvemos o dilema de como levar nosso dinheirinho!!!

Beijão a todos e até a próxima!!!!

E como estamos??

Publicado: 03/02/2012 em Notícias
Tags:,

Olá pessoas!!!

Pois é, mais uma sumida básica do blog, né? E que desculpa podemos dar dessa vez?? Acho melhor pular essa parte, né? Heheehehehe…

E então, como andam as coisas por aqui? Vamos por partes:

Na primeira quinzena de janeiro tirei férias. Gente, como foi bom sair de férias!! Mas foram somente 15 dias, passaram voando. E o planejamento de adiantar as coisas da viagem funcionaram em parte. Em uma parte bem pequena… Não consegui agilizar metade das coisas que tinha programado. Mas consegui ir a Sampa, como estava querendo. Comprei umas coisinhas para levar e revi uma grande amiga que agora tenho visto pouco, porque estamos longe… E vamos ficar ainda mais longe… Aproveitamos a viagem para passar um tempo com a família do maridão e foi bem legal. Também passamos pouco tempo com eles, e agora morando com a minha mãe, nada mais justo que tentar dar uma equilibrada e dividir melhor o tempo entre as famílias, né?

No dia 30 Alê pediu demissão do trabalho. Oficialmente, porque eles já estavam sabendo desde que recebemos os passaportes com os vistos, em novembro. Mera formalidade, entregou a carta de demissão no RH. E agora ele está oficialmente em aviso prévio. O lado bom é que fevereiro é um mês curto e  que acaba rápido. O lado ruim é que a escala dele conseguiu superar todas as expectativas e ainda estar pior que nunca. Ainda colocaram o cara para trabalhar uns dias de madrugada! Se sou eu, com visto na mão e cumprindo aviso, jogo pra cima e sorry friends!! Eu acho que quem não tem mais interesse em trabalhar em um lugar tem que ficar naqueles horários que não atrapalham se o cara faltar. É uma pessoa que já não tem nenhum vínculo e, apesar de ainda estar trabalhando, não tem mais nenhum compromisso… Será que eu sou a única que pensa assim??

Hoje foi o meu último dia no trabalho… Sabe quando a gente fica feliz e triste ao mesmo tempo? Pois é, ultimamente os sentimentos têm sido tão contraditórios que é difícil até entender o que estou sentindo… Fiquei super feliz das coisas estarem andando como a gente planejou. Saí do trabalho um pouco depois do que eu queria no começo, mas num período aceitável, vou ter bastante tempo para descansar e resolver os últimos detalhes. Mas ao mesmo tempo, eu gostei muito da minha experiência lá nessa agência e foi muito legal conhecer o pessoal de lá. Hoje alguns fornecedores foram lá se despedir de mim e até ganhei uns presentinhos! Além da despedida no almoço, presente dos meus chefes!! Já estou com saudade, tenho que confessar… Mas ainda estou super ansiosa para as coisas novas começarem, acho que essa saudade passa assim que eu me acostumar à nova rotina de falta de rotina!! Rsrsrsrsrsrs

Rapaz, já viajamos mês que vem!! Quando emitimos os bilhetes a gente ficava pensando que março ainda estava tão longe que parecia que nunca ia chegar… Quando as pessoas falavam que o tempo voa eu achava que era papo de quem estava tirando onda porque já estava do lado de lá ou em vias de ir, mas é verdade!! A nossa percepção do tempo muda muito quando tudo já está certo e a data se aproximando…

Agora estamos tentando programar algumas coisas para o mês que vem e ainda tem uma correria com as coisas que ainda estão pendentes… Vocês acreditam que ainda não sabemos como vamos levar o nosso dinheiro?? Falando nisso, o que vocês sugerem?? Vai ser legal saber de quem já foi e mesmo de quem ainda está por aqui, mas já está nessa fase do planejamento. Assim podemos ter uma idéia do que cada um achou vantagem para a sua situação e a experiência de quem já passou por isso…

Bom, pra variar, já falei demais!! Fico por aqui com mais uma promessa de tentar dar notícias com mais frequência. Será que vamos conseguir??

Beijo!!

Vivi

Minha agente de viagens!!!

Publicado: 03/11/2010 em Emprego
Tags:,

Pessoal é o seguinte, estou em plena campanha publicitária de minha agente de viagens (minha mulher), brincadeiras à parte a verdade é que ela está trabalhando numa agência de viagens que vende de tudo, de passagens nacionais a internacionais, ela também poderá auxiliá-los em dúvidas sobre vistos para diversos países, isso sem falar nas hospedagens.

Bom pessoal esse é um post mais para quem quiser e puder nos ajudar, até porque ela ganha por venda então toda ajuda é válida. E não precisa ir pessoalmente lá, é muito legal lá. Por favor divulgar!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Beijos e abraços!!!!!!

Entrevista e CSQ!!!!

Publicado: 16/10/2010 em Processo
Tags:,

Pessoas,

Sei que demoramos muito a dar notícias, mas essa felicidade que não passa nos deixa eufóricos!!!! Nossa entrevista foi no dia 11/10 e estava marcada para as 15:30… Nem preciso dizer que deu tudo certo, né???

Desde a hora que acordamos (eu, às 06:30 da manhã, porque pra variar estava nervosa demais), foi toda uma “preparação”. Conferi pela milionésima vez todos os documentos, organizei na mochila, conferi se todas as pastas estavam devidamente guardadas, etc. Alexandre acorda, às 09:00, querendo ir à praia pra dar um mergulho. Tudo bem… Ele tem essa relação com o mar (não sei como será quando estivermos no Québec, ninguém em sã consciência se arrisca naquelas águas congelantes)… Fomos à praia, ELE deu o mergulho (eu havia ficado o dia anterior inteirinho arrumando os meus cabelos, por acaso alguém acha que eu iria estragar horas de trabalho??? Não, né???). Tomamos uma aguinha de coco, ele ainda tomou um caldo de cana e voltamos pra casa. Eu, desesperada como sou, ainda dei uma estudada no dossiê, cochilei um pouco e, por volta das 11:00, comecei a me arrumar… Mas a sua entrevista não era às 15:30??? – você deve estar se perguntando… E eu te respondo: você me conhece??? Então sabe bem como eu sou agoniada pra essas coisas!!! Nos preparamos tanto que nada poderia dar errado, então comecei mesmo a me arrumar bem cedo.

Havíamos resolvido almoçar fora, porque ninguém merece mexer em panelas com os nervos à flor da pele, como os meus estavam. E quem iria lavar os pratos depois??? É… Achamos melhor ir comer na rua… Mas antes de ir almoçar, resolvemos dar uma passada no CLIC… Por volta das 12:30 lá estamos nós, abraçando Lise e Ivan e Thiza, que estavam fazendo a sua simulação… Foi mal por ter interrompido a horinha de vocês, mas eu não tinha condições de ir sem antes ouvir Lise dizer que tudo daria certo… Nem sei como desci as escadas, desde ali eu já estava nervosa demais… Fomos ao Barra, almoçamos e, por volta das 14:10, mais ou menos, saímos de lá.

Chegamos no Othon por volta das 14:15. Pega mochila, mapa, vê se não esqueceu nada no carro, olha o cabelo, arruma a gola da camisa de Alexandre, pega o paletó… Sim, eu fiz Alexandre vestir paletó e gravata. Demais??? Não sei, mas eu o obriguei a ir assim, ou eu iria surtar… Subimos até o 12º andar e fomos procurar o lugar da entrevista… Olhei prum lado e pro outro e não vi ninguém. “Rapaz, eu acho que a gente tá no lugar errado. Não tem ninguém aqui! Não tem entrevista marcada 14:30? Nem 15:00?????” – Isso eu falei pra Alexandre, e ainda fiz o coitado descer na recepção pra perguntar se era ali mesmo… Hahahahaha!!! Será que eu tava nervosa???? Aí me lembrei de Eric, que falou que tinha esperado na frente do elevador… E lembrei também de Lucas e Naty, tentando imaginar onde eles ficaram tirando as fotos… Alexandre subiu e falou que era ali mesmo. É, então vamos esperar… Mais uma vez lendo o dossiê, dessa vez ouvindo um pouco de música (eu conseguia ouvir os meus ossos se batendo, de tanto que eu tremia)… Alexandre derretendo debaixo de toda aquela roupa, reclamando do calor…

Por volta de uns 20 minutos depois sai da sala uma menina que tinha acabado de receber o CSQ. Ela tava feliz pra caramba, falou com a gente bem rapidinho e disse que o horário das entrevistas estava adiantado, que ela bateu na porta e avisou que já tinha chegado e a Isabelle tinha perguntado se ela já queria começar. Fiquei menos nervosa. Pelo menos quem fez a entrevista antes da gente recebeu o CSQ, isso nos deixa mais otimistas, né??? Uns 5 minutos depois, ela nos chama.

Parecia que eu estava entrando em um presídio cheio dos criminosos mais perigosos, eu não sei como consegui andar da frente do elevador até a sala, de tanto que tremia!!!! Hahahahaha!!! Primeiro pé dentro da sala e meus olhos encheram de lágrimas!!! Hahahahaha!!! Eu sabia que eu ia chorar!!! E quando eu falava tinha gente que dizia, que nada, você não vai chorar não!!!! Hahahahaha!!!! Pediu nossos passaportes antes da gente se arrumar, imagine que eu fiquei ainda mais agoniada!!! Hahahaha!!! Pedimos um momento pra poder arrumar as pastinhas na mesa, como Lise treinou com a gente, pegar o dossiê e as outras coisinhas que levamos. Entregamos os passaportes, então ela pediu a certidão de casamento e comentou que a gente tinha casado há pouco tempo (casamos em junho, pra poder mandar os papéis)… Se ela questionasse, tínhamos levado fotos mais antigas nossas, que dava pra a gente mostrar que estávamos juntos antes disso… Mas ela só fez esse comentário mesmo…

Em seguida pediu os nossos diplomas e a carteira de trabalho de Alexandre. Perguntou a ele dos empregos que ele teve e, em seguida, perguntou em inglês o que ele fazia no emprego atual. Apesar de se enrolar um pouco no começo, ele conseguiu responder direitinho e ela voltou pro francês. Aí perguntou há quanto tempo eu estou no trabalho atual. Respondi que há quase 1 ano e fui dizendo onde eu trabalhava, ao que correspondia no Québec e o que eu fazia.

Ela perguntou há quanto tempo nós estudávamos francês e essa foi a 1ª mancada de Alê. Ele começou a dizer que a gente tinha visto uma matéria no jornal e que a gente tinha começado a pesquisar e talz, e ela calada, esperando ele terminar de responder. Quando ele calou a boca, eu respondi à pergunta. Falei do CLIC, que era uma escola onde a gente aprendia o francês québécois, etc e talz… Aí ela perguntou também se tínhamos amigos ou família no Québec, e a gente falou que tinha amigos… Alê lembrou de falar de um casal de quebecas que conhecemos no mês passado e a gente nem lembrou de falar de quem já tá lá ou do grupo. E olhe que colocamos uma foto do grupo no dossiê… Hahahahaha!!!!

Depois perguntou aquilo que a gente sempre treina: Por que Ville de Québec. Deixamos clara a intenção de construir família lá, falamos aquilo que todo mundo fala sobre a violência, etc, etc, etc… E tivemos espaço para a 2ª mancada de Alê. Ela perguntou o que atraía a gente para o Québec (o famoso por que Québec) e Alê começou a falar dos eventos e mostrou uma lista de eventos que levamos… De novo, ela deixou ele terminar de falar e, antes que ela pudesse dizer qualquer coisa, eu respondi à pergunta. Aí ela perguntou qual seria o maior desafio pra a gente, uma vez chegando ao Québec. Eu respondi que achava que o maior de todos era o frio, porque aqui é muito quente e depois falei que a integração à cultura e à vida quebequenses também seriam bem difíceis, mas que a gente estava se preparando para isso.

Então ela perguntou sobre o mercado de trabalho, o que a gente achava que conseguiria fazer lá e mostramos o dossiê e um livrinho que levamos com a relação de hotéis e restaurantes na Capital Nacional, e Alê foi explicando o que a gente tinha planejado e pesquisado. Eu falei bem pouco sobre o meu plano de trabalho, porque ela na verdade nem perguntou, então eu meio que comentei só pra ela saber que a gente tinha verificado as possibilidades pros 2.

Depois ela começou a digitar um monte de coisa no computador. E eu nervosa que estava, o tempo não passava… Daí a gente lembrou que não tinha mostrado a ela o mapa que a gente fez. Como assim ela não viu o mapa?!?!?!? Pedi permissão para mostrá-lo e ela, que com muita boa vontade, permitiu. E foi quando a gente conseguiu identificar uma reação de verdade nela. Ela arregalou os olhos e aí a gente mostrou onde pretendia morar e explicou os símbolos que a gente usou pra marcar os lugares (segundo a nossa amiga geógrafa Anne, nosso mapa não era realmente um mapa, porque a gente não colocou legenda e nem escala… Foi mal amiga, mas gente leiga é f***!!!! Da próxima vez juro que vou prestar atenção nisso!!! Hahahahaha!!!!), de qualquer forma, explicamos o que a gente marcou e ela começou a apontar onde a gente poderia fazer francisação, onde era bom morar, etc, etc… Aí Alê perguntou a ela se ela era de Ville de Québec. Ela nasceu lá! Mas mora atualmente em Montréal… Como assim mora em Montréal?!?!?!? Aí eu perguntei a ela por que ela tinha se mudado e se Ville de Québec não era uma boa cidade para morar…

Depois disso, ela voltou a digitar e eu ficava pensando: “Meu Deus, ela tá digitando muita coisa, acho que ela está escrevendo os motivos de não termos recebido o CSQ” e minha mão começou a gelar… Quando terminou de digitar, a impressora começou a funcionar. Aí ela disse que a gente tinha sido aceito e a gente ficou olhando pra ela com cara de pastel. Aí ela vira pra mim e fala: j’ai accepté votre dossier. Aí eu olho pra ela e falo: Oui? e ela responde: Oui! Aí vocês já sabem, né??? Eu comecei a chorar de novo e agradecer… E ela rindo de nossa reação… Aí ela explicou o federal, o que a gente tinha que fazer, a FEL, que a gente tinha direito, etc, etc, etc… E ela perguntou se a gente tinha alguma dúvida e eu perguntei sobre o caso da troca de requerente. Ela explicou que era por conta da pontuação extra que a área de Adm. tem, que Turismo não tem pontuação extra, então era melhor pra a gente se fosse assim… Depois eu perguntei a ela se era a 1ª vez dela no Brasil, se tinha conseguido sair pra conhecer alguma coisa da cidade e ela disse que não, que havia chegado no sábado à tarde e que não tinha feito nada ainda…

O que achamos:

Ela é super tranquila e nos deixou “conduzir” a entrevista, no sentido de que nos deixava falar à vontade, mesmo que não fosse respondendo ao que tinha perguntado. Não ficou corrigindo os erros, não ficou pressionando e não falou nada nas 2 vezes que Alê não entendeu bem a pergunta. Também não teceu muitos elogios, na verdade ela não demonstrou se estava satisfeita ou não, apenas quando a gente mostrou o mapa. Quando a gente abriu o dossiê ela meio que deixou escapar também um espanto, mas muito contido. A entrevista não foi focada somente em Alê, os dois falaram igualmente. Às vezes ela perguntava olhando pra um e o outro respondia, e ela não interrompeu nem nada. Foi ótimo, porque um pôde ajudar o outro durante a entrevista. Ela foi super simpática. Sinceramente, vou repetir o que todo mundo fala, mas as simulações com Lise são muito mais complicadas, porque ela às vezes nos faz perguntas que a gente nunca teria imaginado que poderiam ser perguntadas… Isso é bom, porque você se prepara mais. Nós levamos, além do dossiê (que prometo tentar disponibilizar para download futuramente), um livrinho com a lista de todos os eventos e festivais, bibliotecas, parques e jardins da cidade. Além disso, levamos um outro livrinho com todos os restaurantes e hotéis da Capital Nacional, 01 mapa impresso em A1 e  uma pastinha com alguns documentos extras e materiais que achamos após fecharmos o dossiê, mas que pensamos ser interessantes para levar, como mapas com as linhas de ônibus na cidade (brigadão Lila e Ric!!), lista dos recordes batidos pela cidade (besteira, mas que achamos legal levar), um material que recebemos de lá que fala sobre o turismo na cidade e que traz informações muito interessantes (principalmente para a nossa área)… Sim, nós levamos muita coisa, mas acho que isso foi fundamental para a nossa “tranqüilidade”… Apesar de estar bem nervosa, nós dominamos muito os assuntos que levamos e demonstramos isso durante a entrevista. Acho que o principal é se sentir seguro, e com aquela situação da troca de requerentes, nós montamos uma verdadeira operação de guerra!!!

Vamos dar o crédito do belo dossiê a minha irmã, que é muito talentosa… Quem for aluno do CLIC pode pedir a Lise para dar uma olhada, pois deixamos uma cópia lá. Aí vocês entenderão do que estou falando! Keka, muito obrigada pela sua dedicação a nos ajudar, isso foi muito importante para nós!!! Você é o máximo!!! Ah!!! Quem precisar de uma “ajudinha” no design do dossiê, fique à vontade, ela irá adorar!!!

Bom, espero ter ajudado com o nosso relato… Quem tiver dúvidas, pois é óbvio que esqueci de mencionar algo – apesar do post enorme – sinta-se à vontade para deixar nos comentários ou enviar por e-mail.

Agora é a fase da preparação do federal (não, nós ainda não enviamos, mas essa semana este assunto estará encerrado). Quando enviarmos, avisamos por aqui…

Abração e até mais!!!

 

Pessoas!!!

Após 20 intermináveis dias, eis que temos alguma novidade sobre o nosso processo… Finalmente, né??? Porque eu já não estava mais suportando essa situação de não ter notícias… Olha gente, eu nunca fiquei tão feliz por saber que tinha mais uma conta (e tão alta) pra pagar!!! Realmente esse processo nos faz rever diversos conceitos e o nosso ponto de vista sobre determinados assuntos…

Ainda não recebemos nenhuma cartinha, inclusive mandamos um e-mail pro BIQ na quarta-feira, mas ainda não tivemos resposta. Mas pelo menos já sabemos que os papéis de fato estão lá e que alguém se deu ao trabalho de abrir os 2 envelopes em que pusemos cuidadosamente os documentos. Isso já é, por si só, reconfortante…

Agora só começa o pânico pra agilizar o dossiê, que ainda não saímos das linhas gerais. Com relação à próxima rodada de entrevistas, tô vendo que o tempo tá passando e ninguém recebeu convocação ainda. Será que vai ter mesmo essa rodada em setembro??? Bom, só esperando pra ver. Por via das dúvidas, já agendamos umas aulas extras de conversação, pra nos prepararmos melhor. Caso sejamos convocados em setembro, pelo menos vamos um pouco mais tranquilos porque aí não somos pegos desprevenidos.

Esse post era pra ser rapidinho, mas eu já tô me alongando demais. Fica a notícia, que tinha que ser compartilhada com vocês, que nos acompanham e torcem por nós…

Vamos cruzar os dedos e torcer pra que tudo seja rápido!!!

Abração e até a próxima boa notícia!!!!