Arquivo de junho, 2010

Pessoas!!!

Como não poderíamos deixar de postar sobre esse assunto, que virou tópico obrigatório nos blogs que tratam da Imigração, houve mudança na lista de profissões para quem vai aplicar pelo Federal como Skilled Worker, válida pra quem aplicou a partir de 26 de junho…

Algumas profissões entraram, outras saíram (mais saíram do que entraram, pois houve a redução de 38 para 29 profissões)… O cerco tá começando a se fechar, mas ficamos pasmos quando não vimos nenhuma profissão relacionada à área de TI na lista… Além disso, vai ter um limite de aplicações por ano (20.000) e inclusive por profissão (10.000 por ano) – o que não vale para quem está aplicando com uma oferta de emprego… Outras mudanças também foram anunciadas, porém como não estamos 100% por dentro desse assunto, o melhor é consultar a fonte oficial

Bom, nós não vamos aplicar pelo federal, mas é sempre bom ficar de olho e por dentro dessas informações… Segue abaixo a nova lista:

0631 Restaurant and Food Service Managers
0811 Primary Production Managers (Except Agriculture)
1122 Professional Occupations in Business Services to Management
1233 Insurance Adjusters and Claims Examiners
2121 Biologists and Related Scientists
2151 Architects
3111 Specialist Physicians
3112 General Practitioners and Family Physicians
3113 Dentists
3131 Pharmacists
3142 Physiotherapists
3152 Registered Nurses
3215 Medical Radiation Technologists
3222 Dental Hygienists & Dental Therapists
3233 Licensed Practical Nurses
4151 Psychologists
4152 Social Workers
6241 Chefs
6242 Cooks
7215 Contractors and Supervisors, Carpentry Trades
7216 Contractors and Supervisors, Mechanic Trades
7241 Electricians (Except Industrial & Power System)
7242 Industrial Electricians
7251 Plumbers
7265 Welders & Related Machine Operators
7312 Heavy-Duty Equipment Mechanics
7371 Crane Operators
7372 Drillers & Blasters – Surface Mining, Quarrying & Construction
8222 Supervisors, Oil and Gas Drilling and Service

Até mais!!!

Anúncios

Pessoas!!!

Post rapidinho pra desabafar!!! Pensem em um ser humano agoniado: pronto, sou eu!!!! Recebi um e-mail hoje falando que a próxima rodada de entrevistas já tem data marcada, olhei no site da imigração e pasmem: é verdade!!!! Puxa, será que vamos tirar a sorte grande de receber a convocação agora??? E se formos convocados, que fazer??? Pelas nossas previsões, a próxima rodada deveria acontecer somente em NOVEMBRO… Ai, que medo!!!!

E nem recebemos nenhuma correspondência do consulado (ainda)… Talvez eu esteja me desesperando à toa, né??? Mas também vou ficar pirada porque a gente queria dar entrada antes, mas deu tudu errado!!! Bom, mas não adianta ficar gritando e arrancando os cabelos antes da hora, né? Vamos esperar pra ver… E enquanto isso, vou tentando me controlar por aqui…

Ah! Segue o link: http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/publications/fr/divers/Programmation-missions-travailleurs-lieu.pdf

Au revoir!!!

Como prometido, segue o passo a passo para preenchimento do DCS – lembrando que, no caso de um casal, deve ser preenchido um formlário para cada um:

  • Je remplis cette demande à titre de: marca se é o requerente principal ou acompanhante.
  • Mais abaixo, você deve marcar a opção Travailleur qualifié (permanent).
  • Identification: neste item serão fornecidas informações pessoais:
    • Nom de famille à la naissance: sobrenome completo (caso seja casado e tenha mudado o nome, tem um campo específico para este fim, mais abaixo).
    • Prénom: Nome.
    • Nom de famille après le mariage: aqui entra o sobrenome completo de casada.
    • Sexe: se masculino ou feminino.
    • Autre nom que vous utilisez ou sous lequel vous êtes connu: outros sobrenomes que você utiliza ou aquele pelo qual você é conhecido.
    • Nº de paseport ou carte d’identité: nº do passaporte.
    • Date de naissance: data de nascimento.
    • Lieu de naissance: cidade onde nasceu.
    • Province / Région: Estado.
    • Citoyenneté: nacionalidade.
  • État matrimonial actuel: deve-se preencher o estado civil neste campo. Célibataire para solteiro, Marié para casado, Conjoint de fait, para regime de união estável, Séparé para separado, Divorcé para divorciado ou, Mariage annulé para casamento anulado ou, Veuf para viúvo.
    • Vous êtes-vous marié plus d’une fois: colocar Oui caso tenha se casado mais de uma vez.
  • Addresse de résidence: seu endereço. Usar o formato indicado no formulário
    • Ville: cidade.
    • Province / Région: estado.
    • Code postal: CEP.
    • Pays: país.
    • Abaixo, somente no caso o endereço de correspondencia ser diferente do endereço de moradia. Caso contrário, deve ser deixado em branco.
    • Nº de téléphone (domicile): telefone residencial.
    • Nº de téléphone (travail): t
    • Courriel (e-mail): e-mail.
    • Autre (précisez): telefone celular (identificar).
    • Nº de télécopieur (domicile): fax residencial.
    • Nº de télécopieur (travail): fax comercial.
    • Autre (précisez): outro numero de fax (identificar).
  • Membros da família que irão ou não te acompanhar:
    • Nom de famille à la naissance: todos os sobrenomes de solteiro (nascença).
    • Prénom: nome.
    • Lien de parenté: parentesco.
    • Date de naissance: data de nascimento.
    • Ville et pays de naisssance: cidade e país de nascimento.
    • Vous accompagneront: Oui caso o parente vá imigrar com você ou Non, caso contrário.

  • Nome e endereços dos filhos que irão te acompanhar (caso tenham outro endereço de residência).
  • Informação de outros pedidos de entrada no Canadá: Preencher Non ou Oui, caso já tenha feito uma demanda destas antes; Province (província); Date (data); Acceptée (aceita), Refusée (recusada), En attente d’une décision (aguardando decisão).
    • Une demande de séjour temporaire;
    • Une demande d’immigration permanente;
    • Une demande d’asile.
  • Indicação das cidades onde você morou nos últimos 10 anos: aqui só e preciso preencher nos casos onde a residência foi a partir de 6 meses;
  • Estudos (exceto primários): deve ser preenchido a partir do mais recente. Como preenchemos em português, não foi necessário fazer nenhuma equivalência com as nomenclaturas lá do Québec. Os campos são bastante simples:
    • De: ano/mês de início do curso.
    • A: ano/mês de conclusão do curso.
    • Nom de l’établissement /Pays: instituição de ensino e país.
    • Titre du diplôme abtenu: nome do diploma obtido (o nome do curso).
    • Année d’obtention du diplôme: ano de obtenção do diploma.
    • Specialisation: especialização (por exemplo: faculdade de adm com ênfase em alguma área).
  • Experiência profissional: nestes 2 quadros, devem ser listados os seus empregos nos últimos 5 anos e as atividades desenvolvidas em cada um deles – começando pelo mais recente. Os campos do 1º quadro são muito parecidos com aqueles do quadro dos estudos (então vou pular este parte).
  • Estadias no Québec nos últimos 10 anos: aqui devem ser colocadas todas as vezes que você visitou o Québec, motivos, data de entrada e saída.
  • Conhecimentos linguísticos: aqui você deve colocar seus conhecimentos de inglês e francês, classificando-os em compreensão e expressão oral. Nesta etapa, preferimos fazer uma avaliação com a nossa professora de francês (por sinal, como ela é canadense, pôde nos avaliar nos 2 idiomas) – assim tivemos uma informação um pouco mais precisa, o que evitou colocássemos demais ou de menos.
  • Família no Québec: aqui devemos preencher somente em caso de termos familiares residindo no Québec.
  • Onde se estabalecer: aqui você diz onde pretende morar.
  • Principal cargo visado no Québec: aqui você coloca o cargo que pretende exercer no Québec, e outros cargos diretamente ligados à sua formação.
  • Oferta de emprego no Québec: aqui basta informar se já tem uma oferta de emprego e, caso afirmativo, se essa oferta já foi validada junto ao Ministério de Imigração do Québec.
  • Situação atual: aqui você preenche se está empregado, desempregado, estudando, etc.
  • Como tomou conhecimento do processo de imigração: aqui basta marcar a opção correspondente.

Depois disso, basta juntar aqueles documentos citados anteriormente, assinar o anexo Déclarations sur les valeurs communes de la societé québecoise, assinar também a próxima página (nesta aqui assinam os 2) e pronto! O formulário DCS está pronto! Porém, ainda ficam faltando: a declaração de esposa ou união estável (vem uma anexada ao arquivo PDF do Escritório de Imigração, porém tem uma um pouquinho de nada diferente no mesmo site. Nós usamos o arquivo que veio separado e descartamos o anexo, mas cada um é cada um). É preciso também preencher e mandar junto o contrato de autonomia financeira, onde você deve declarar quanto pretende levar para o Canadá. Claro que se for levar mais, não tem problema, mas tem um mínimo exigido pelo Governo (está no próprio documento). Nós seguimos o conselho do Jeison, do blog, Su & Je e colocamos $1500 a mais.

Bom, é basicamente isso! O post ficou longo, mas espero que ajude aos próximos. Acredito que é sempre bom ver como os outros fizeram, mas lembro que o mais importante de tudo é verificar as informações oficiais. E, se como no nosso caso, o seu professor de francês é bem inteirado sobre o processo, fazer uma consulta também pode evitar dores de cabeça futuras. No mais, é só preencher com calma e verificar mais de uma vez as informações, pra não ter atrasos no processo…

Bonne chance à tous!

Depois de passarmos pelo aperto para preencher o DCS e tendo em vista algumas dúvidas que surgiram durante essa saga, resolvemos seguir os passos de Su & Je e elaborar um passo a passo mais atualizado de como preencher a documentação para o processo pra Québec.

Primeiro, vamos salientar que aqui não é a verdade absoluta e sim como fizemos com os nossos documentos. Vale lembrar também que o processo muda o tempo inteiro e os formulários são também modificados. É sempre uma boa idéia visitar o site da Imigração pra conferir a Lista de Documentos e Formulários para o processo. A fonte oficial é sempre a mais confiável, não vamos esquecer disso! Lá tem tudo explicadinho e em português, pra quem não tem ainda bom francês ou inglês.

Bom, nossos formulários foram todos, sem exceção, preenchidos em português. Até pensamos em preenchê-los em francês, mas Lise nos falou que não tem diferença nenhuma entre francês e português – nesta fase do processo. Como ela está sempre por dentro dessas informações, seguimos o conselho dela. Quem quiser, pode também tentar fazer em francês.

Fizemos da seguinte forma:

  • Foram preenchidos 2 formulários – um pra mim, requerente principal, um pra Alê;
  • Ordem dos documentos (Essa orientação nós pegamos com a Santa Lise, que organizou rapidinho);
    • 1 Foto (Colocamos fotos no formato passaporte, porque li, no próprio formulário, que deveriam ser neste formato, porém Lise disse que não havia necessidade de serem deste tamanho – por sinal, vários casais que conhecemos aqui de Salvador mandaram com fotos 3×4);
    • Déclaration des époux ou conjoint de fait (Preenchemos apenas 1, que foi assinada pelos dois e anexada à documentação do requerente principal);
    • Formulário para pagamento com cartão de crédito (Aqui acho importante ressaltar que deve ser 1 para cada requerente – nós pensávamos que poderia ser somente 1 com o valor total, mas não pode);
    • Demande de certificat de sélection preenchido e assinado (Já já voltaremos a essa parte, para fazer o passo a passo do preenchimento);
    • Certidão de Casamento (só precisa colocar na documentação do requerente principal;
    • Certidão de Nascimento (cada um coloca a sua anexada à sua documentação);
    • Cópia do CPF (mesmo caso da certidão de nascimento);
    • Cópia do passaporte (fotos e dados pessoais – se tiver algum visto válido, também precisa mandar a cópia);
    • Currículo;
    • Cópia dos certificados de cursos de idiomas (Francês e inglês, se for o caso);
    • Cópia do Diploma ou certificado de conclusão de curso;
    • Cópia do Histórico escolar (da faculdade e do 2º grau – nesta ordem);
    • Cópia da Carteira de Trabalho (foto, dados pessoais e assinaturas de todas as empresas relacionadas no formulário);
    • Contrat relatif à la capacité d’autonomie financière (só na documentação do requerente principal).

Colocamos nessa ordem. Grampeamos os documentos separando mais ou menos por categoria: DCS, Documentos pessoais, Estudos, Comprovações de trabalho e contrato de autonomia financeira. Juntamos tudo e pusemos um clip separando o meu do de Alexandre. Aí colocamos num plástico (daqueles de fichário mesmo) e pusemos num envelope. Depois colocamos no envelope do Sedex.

Como esse post ficou maior do que pensávamos, irei dividir. No próximo post faremos o passo a passo para preenchimento do DCS, ok? Lembrando que a fonte oficial contém todas as alterações que porventura venham a ser feitas no processo e que ele se refere ao modo como nós organizamos os documentos (sendo que colocamos apenas os documentos necessários no nosso caso – quem tem filhos ou exerce uma profissão regulamentada, por exemplo, tem outros documentos que precisa enviar).

À la prochaine!!!

O Drama do Preenchimento do DCS

Publicado: 20/06/2010 em Processo
Tags:,

Pessoas!!!

Depois de muito tempo sem contar novidades no processo, aí vai: finalmente demos entrada!!! Enviamos o nosso DCS ontem, e vocês não vão acreditar quando contarmos a dificuldade que tivemos para preencher os benditos formulários.

Pra começar, quem já ouviu falar da Lei de Murphy, após algum tempo irá perceber que ela foi baseada em mim. Comigo é assim: nada pode ser fácil ou como aconteceu com os outros. Comigo é sempre na base da aventura, da emoção, porque tudo aquilo que tem uma chance mínima de dar errado…

Gente, eu nunca vi ninguém com tanta dificuldade pra preencher um troço tão fácil como esse bendito DCS. A idéia é bem simples mesmo: basta clicar nos campos a serem preenchidos e fica tudo bem. Comigo não!!! Pra começar, porque eu tenho que ser diferente, em alguns campos do formulário a fonte não se ajusta, o que deixou várias informações ilegíveis. Levei pra a Santa Lise, que me disse gentilmente que teria que estar tudo legível (meio óbvio isso, né?) e eu pensei: “Mas como diabos eu vou fazer isso????”

E é aí que começa a nossa saga. Na verdade, como sei dessas dificuldades da vida e queríamos dar entrada no mesmo dia do casamento, os formulários já estavam preenchidos há algum tempo, mas ninguém tinha notado essas “inconformidades” até o momento da impressão. Então, seguindo diversas recomendações, baixamos o FoxIt, pra poder editar o PDF. Preenchi o documento inteiro e quando salvei, apareceu uma marca enorme em vermelho que cobria muitas informações do topo da página (eu já sabia que esta informação apareceria, só não sabia que o troço era tão grande)… Tudo bem. Resolvemos preencher tudo novamente, desta vez sem salvar, pra poder imrpimir sem aquela coisa enorme… Mas não conseguimos driblar o bendito. E o pior: na impressão, os campos que estavam preenchidos apareceram TODOS em branco… Eu, que nem sou estressada, já comecei a me irritar. Nessa hora estávamos na casa dos meus sogros e mobilizamos toda a família pra tentar nos ajudar a preencher aquelas coisas de outro mundo, isso porque na tarde anterior estávamos na casa da minha mãe e eu enchi o saco de minha irmã para ela me ajudar, mas também não conseguimos. Sem sucesso, mais uma vez. DCS 1 x 0 Vivi e Alê…

Tentamos também o Adobe Acrobat Pro, que deu o mesmo problema. Preenchíamos o campo e, quando passávamos pro seguinte, apagava tudo. Era como se os campos fossem uma imagem e o texto ficasse atrás da imagem depois de digitado. Sem muitas esperanças, imprimimos os formulários em branco e preenchemos à mão, porque Lise precisava pelo menos ver se a gente tava preenchendo as informações corretamente (e nem vou contar que fizemos várias correções).

Essa luta durou cerca de 4 dias. Todos os dias eu sentava na frente do computador e ficava tentando achar uma forma de finalmente preencher o DCS. Gente, já era para termos dado entrada desde o dia do casamento… Eu já tava insana, qualquer coisa que dissessem pra mim era motivo pra eu dar um siricotico…

Após muita luta, deixarei aqui a dica pra vocês, pois não li relatos parecidos, mas acredito que outras pessoas devem ter ou tiveram a mesma dificuldade que nós, afinal de contas baixamos os formulários diretamente do site da imigração. A dica é converter o arquivo dinâmico do PDF (aquele que a gente baixa do site) em um não dinâmico (põe para imprimir em PDF) – esse é o único detalhe – e que faz toda a diferença!!! A partir daí, foi só alegria; preenchemos com o Adobe Acrobat Pro 9, facinho, facinho. Aí eu fiquei até me achando: acrescentei 01 página (porque não deu pra relatar todas as minhas experiências em uma folha só – gente eu coloquei até estágio da faculdade)!!!

Mas tudo isso foi bom, de certa forma, pra nos lembrar que as dificuldades estão só começando e que devemos encará-las com bom humor e nunca desistir. Com um pouco de insistência as coisas vão caminhando e tudo vai dar certo se não perdermos o prumo e desistirmos antes.

Acreditamos que o passo mais difícil foi dado, o que dependia mais de nós. Agora é correr atrás e seguir o planejamento, que dará tudo certo!

Bom, é isso aí! Agora é que começa a contagem regressiva!!! E boa sorte para todos nós!!!

Recebi por e-mail esta notícia e acho importante compartilhá-la com todos, pois é uma grande oportunidade de termos um pouco mais de contato com a língua francesa…

Acho que vale a pena conferir, então fica a dica!