Ville de Québec – Uma visão geral

Publicado: 29/12/2009 em Ville de Québec
Tags:,

Este mês está sendo como um recesso das aulas de francês, pois como decidimos parar as aulas com professora particular e entrar em uma escola para aprender o francês quebequense, estamos esperando o início das aulas, no dia 12/01. Parece uma eternidade, então pensei em aproveitar o “tempo livre” para ir postando algumas informações interessantes sobre o Québec. Resolvi, então, começar hoje, aproveitando a minha folga do trabalho e que estou em casa num calor infernal e sem nada para fazer… Pelo menos assim talvez eu consiga esquecer que o verão acabou de começar e eu pareço um peru sendo assado para o natal…

Bom, então vamos lá! Vamos começar falando um pouco de Ville de Québec. Conforme for pesquisando outros temas, também vou postando aqui, assim disponibilizo também um pouco das inúmeras pesquisas necessárias durante este projeto que promete revolucionar as nossas vidas. A maioria das informações postadas hoje foram retiradas da Wikipédia, de forma que deixo claro não serem de minha autoria, apenas fiz um resumo do que acredito ser mais importante e disponibilizo aqui, para todos que se interessarem.

A cidade de Quebec (Ville de Québec, ou Quebec City), é a capital da província do Québec, no Canadá, e a cidade mais antiga do país. Localiza-se no sudeste da província, às margens do Rio São Lourenço, a aproximadamente 180 quilômetros nordeste da maior cidade da província, Montréal. A cidade propriamente dita tem cerca de 508 mil habitantes, com aproximadamente 690 mil habitantes vivendo em sua região metropolitana.

A cidade de Quebec é a única cidade entre o Canadá e os Estados Unidos da América cujos muros ainda estão de pé. O nome da cidade, bem como a da província, vêm de uma palavra de origem algonquina, que significa passagem estreita. Isto porque a largura do Rio São Lourenço na região da cidade de Quebec é de apenas 800 metros.

O clima da cidade é temperado, com temperaturas amenas no verão, e temperaturas muito baixas no inverno (eu sinto frio quando saio aqui perto de casa à noite… Tem idéia do quanto me aterroriza viver a temperaturas abaixo de zero??? Sim, eu estou me preparando psicologicamente… E vou comprar um bom casaco assim que chegar lá…). As coordenadas geográficas da cidade são 46°50′Norte e 71°15′Oeste. Eu até tentei procurar uma cidade mais ao sul do Québec, onde o frio é menos intenso, mas o coração nem sempre segue a razão… Além do mais, para a minha área (Turismo) a cidade parece bem promissora, mas continuemos com o que realmente interessa!

O centro da cidade está dividido em duas partes. A alta cidade (haute-ville) e a baixa cidade (basse-ville), separadas por uma colina muito inclinada, são conectadas por um elevador e por um sistema de escadas. A baixa cidade abriga o porto antigo. A região mais antiga da cidade caracteriza-se pela presença marcante do Château Frontenac (é onde eu vou trabalhar!!!! Hahahahaha!)  e pelas suas ruas estreitas, muitas delas de uso exclusivo para pedestres.

A cidade de Quebec possui um sistema de administração formada por um prefeito e um Conselho. O prefeito e os 39 membros do conselho municipal são eleitos pela população para mandatos de até 4 anos de duração.

A maior parte da receita do orçamento da cidade provém de impostos taxados a propriedades, venda de produtos (este assunto merece um post próprio, porque é bem complexo e precisa ser muito bem compreendido, para que saibamos quanto e porque pagamos) e taxação de companhias sediadas na cidade. Porém, aproximadamente um terço das propriedades instaladas na cidade não pagam impostos, como igrejas, edifícios governamentais e outras instituições de caráter público, e a cidade depende muito de verbas provenientes do governo nacional ou do governo provincial.

A taxa de fertilidade da cidade é baixa, e apenas 16% da população da cidade possui 14 anos de idade ou menos, enquanto pessoas com 65 anos de idade ou mais constituem 13% da população. —> Olha aí um do motivos para a abertura da cidade para nós!!! Bendito seja o controle de natalidade!!! É graças a ele que tem-se baixas taxas de natalidade e tantos idosos… E graças a ele que precisam de nós!!!

A proximidade da cidade de Quebec com Montréal, localizada a apenas 180 quilômetros da cidade, limitou o desenvolvimento industrial da cidade de Quebec. Mesmo assim, mais de 500 companhias de manufatura possuem fábricas na cidade, com quase 20 mil trabalhadores, e produzem aproximadamente anualmente produtos na ordem de 1,3 bilhão de dólares canadenses.

Depois da indústria de manufatura, a principal fonte de renda da cidade é o turismo (e é isso o que me interessa!!! Mas vamos nos aprofundar nesse assunto em um próximo post). A maioria dos turistas que visitam a cidade vêm de outras cidades da província de Quebec, seguidas dos turistas que vêm de outras partes do Canadá. O terceiro maior grupo é o dos turistas vindos dos Estados Unidos.

O sistema público de educação da cidade de Québec é bilíngue, ou seja, possui escolas que ensinam primariamente em francês (que compõem a grande maioria do sistema escolar da cidade), ou inglês.

A cidade de Québec possui um total de cinco bibliotecas municipais, mais uma biblioteca provincial e outra nacional. Uma oitava biblioteca está localizada na Universidade de Laval. A maior parte do catálogo das bibliotecas são edições em francês, embora algumas edições possam ser encontradas em inglês.

Ville de Québec possui duas universidades. A Universidade Laval, que cobre uma área de 1,2 km², 30 estruturas, todas conectadas por um sistema de túneis de dez quilômetros de comprimento. Foi a primeira universidade francófona do continente americano. A segunda universidade é a Universidade do Québec (campus central).

A grande maioria das atrações turísticas de Ville de Québec estão localizadas no centro histórico da cidade, na alta cidade ou na baixa cidade, então aí está o que não podemos deixar de conhecer:

  • O Château Frontenac, um imenso hotel, que tem um estilo que lembra os castelos franceses;
  • A Citadelle e as muralhas que cercavam a antiga cidade. Primeiramente construídas no século 17, foram parcialmente destruídas pelos britânicos na Guerra Franco-Indígena. As muralhas atuais foram construídas entre 1820 e 1831;
  • O Morro do Parlamento (Colline parlementaire), onde está localizada a Assembléia Nacional de Québec, a legislatura provincial;
  • A cidade de Quebec possui mais de 400 parques e jardins. Um dos parques mais imponentes da cidade é o Parc des Champs-de-Bataille ou Planície de Abraham, próximo ao centro histórico da cidade, e as Cataratas de Montmorency, com seus 85 metros de altura;
  • O Quebec possui muitas igrejas, basílicas e catedrais, muitas delas localizadas no centro histórico da cidade. As mais imponentes delas são a Catedral Notre-Dame de Québec (Nossa Senhora de Quebec), a principal igreja da província e do país, o Convento Ursuline, fundada em 1639 e a Catedral Anglicana da Santíssima Trindade, a primeira catedral anglicana fora da Inglaterra, tendo sido fundada em 1804;
  • São quatro os museus presentes na cidade. O Musée national des beaux-arts du Québec, o maior da província de Quebec, possui pinturas, esculturas e outras obras de arte; o Musée Historique, com esculturas de cera que retratam cenas importantes da história canadense; o Museu Seminário, com pinturas, moedas e selos antigos, e o Musée de la Civilization, com obras sobre a cultura humana e a civilização;
  • A avenida Grande-Allée uma rua arborizada, primariamente comercial, com muitas lojas e restaurantes;
  • A arquitetura das casas e prédios em geral da cidade;
  • Hôtel de glace – O hotel de gelo.

Bom, o post ficou beeeeem maior que o planejado, mas acho que ficou até bem completo…  Dá pra ter uma visão bem geral da cidade e do que ela oferece enquanto opções para visitação turística (ponto muito importante para mim)… Eu tendo a focar mais nessa área porque é a minha área de atuação, e não vi ainda blogs de alguém que tenha sido louco o suficiente para escolher essa profissão… Hahahahahaha!!! Bom, nos próximos posts eu prometo que vou tentar ser mais suscinta, apesar de não garantir (quando eu me empolgo, é fogo!)… Aceito sugestões de temas, viu?

À la prochaine!

Anúncios
comentários
  1. ericsobral disse:

    Gostei muito do blog.

    O post também está excelente, gostei da sua empolgação.

    Semana passada teve um encontro dos futuros imigrantes daqui de Salvador, infelizmente não pude ir. O próximo será em Janeiro, quando tiver mais informações sobre local e data eu te aviso.

    Grande abraço
    🙂

  2. Ana Luna disse:

    Oi Vivi, tava lendo esse seu post e vi que vc é da área de turismo, não é?
    Olha…a Naty (do Caminhos do Norte) e a Fabiana (do Chukruttes on Ice) que estão no grupo de imigração para o Québec tb são dessas áreas e estão empolgadíssimas, mas elas pretendem ficar em Montreal!
    Vejo que o encontro de janeiro será ótimo pra vcs trocarem figurinhas!
    Bem, agora vou lá… estudar francês pois o tempo voa!
    Bjsssssss
    Ana Luna

  3. Lila disse:

    Oi Vivi! Adorei seu blog… muito completo… e o post ficou excelente… como comentamos ontem, ainda não decidimos que cidade morar… estamos na dúvida entre Montreal e Quebec… como vc mesmo colocou estamos avaliando nossos objetivos com o que a cidade pode oferecer…
    Beijos!
    P.S: Vou aparecer sempre por aqui… rsrs
    Lila

    • Vivi e Ale disse:

      Lila, que bom que gostou do blog! Os nossos planos não são estáticos, vamos adaptando conforme as coisas vão acontecendo, mas amamos Ville de Québec a cada dia que pesquisamos e tudo nos leva a querer muito ir pra lá… Acho que cada um deve pensar no que precisa em uma cidade e no que está buscando também para a sua vida, seus objetivos… Precisando, estamos aqui!

      Beijo!

      Vivi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s